celular 0800 703 1550
28

Junho

13 alimentos que ajudam a controlar o colesterol alto

A combinação de uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos mantém as taxas de colesterol bom (HDL) e ruim (LDL) equilibradas, diminuindo consideravelmente os riscos de problemas cardíacos e derrame cerebral, além de outras doenças como o Mal de Alzheimer. Quem sofre com esses problemas de saúde muitas vezes possui uma rotina de medicamentos que mantém os seus níveis equilibrados, e sabe que somente com medicamentos não é possível manter as taxas de colesterol nos eixos, ainda assim é preciso controlar a alimentação. No entanto, é possível fazer o contrário, se prevenir hoje para evitar a necessidade de auxílio de medicamentos futuramente. Confira aqui uma lista de alimentos que irão manter o colesterol nos níveis ideais e monte, diariamente, pratos saudáveis.

 

Peixes
São excelentes fontes de ácido graxo ômega 3, uma gordura do tipo insaturada que reduz os níveis de triglicerídeos e colesterol total no sangue, e auxilia na fluidez do sangue evitando a formação de coágulos, logo, um importante aliado contra os problemas cardiovasculares.

Aveia
Uma importante fonte de fibras, a aveia possui a fibra solúvel chamada betaglucana que retarda o esvaziamento gástrico, promovendo maior saciedade, melhora a circulação, controla a glicemia e inibe a absorção de gordura.

Oleaginosas
Nozes e castanhas apresentam grandes quantidades de antioxidantes que combatem o envelhecimento das células, colaboram para a fluidez nas artérias e previne de diversos tipos de câncer. Além de possuírem arginina, um aminoácido que ajuda na formação de músculos e tecidos do corpo.

Chocolate amargo
Rico em flavonoides que são substâncias que diminuem o colesterol LDL, sugere-se uma porção diária em torno de 30g, é importante não ultrapassar essa quantidade diária pois o nosso organismo não está preparado para aproveitar os benefícios além disso.

Azeite
Uma importante fonte do ácido oleico, que traz uma lista de benefícios como regular as taxas de colesterol, proteger contra doenças cardíacas, controlar a diabetes do tipo 2, reduzir a taxa glicêmica e é uma fonte de vitamina E.

Alcachofra
Possui fibras resistentes à ação de enzimas que diminuem os níveis de colesterol e triglicérides sanguíneos, além de reduzir o risco de diabetes e obesidade, o que a torna bastante recomendada para prevenir doenças cardíacas.

Laranja
Outra importante fonte de flavonoides, que limitam a absorção do colesterol no intestino e consequentemente diminuem os níveis de LDL. 

Vinho
O vinho tinto, para ser mais preciso, quando ingerido moderadamente, aumenta os níveis de HDL no organismo e possui propriedades antioxidantes, vasodilatadoras e anti-coagulante plaquetária.

Linhaça
Outra importante fonte de ômega 3, talvez uma das mais importantes, a semente é perfeita para o equilíbrio das taxas de LDL e HDL evitando a formação de coágulos, e prevenindo contra doenças cardiovasculares. Os benefícios da linhaça se potencializam quando triturada, pois sua casca é resistente a ação do suco gástrico e não sofre a digestão no trato gastrointestinal.

Canela
Pesquisadores constataram que uma quantia diária de meia colher de sopa de canela colabora para o combate do colesterol LDL, devido a ação dos antioxidantes presentes nela.

Soja
Uma ótima solução para mulheres que estão tendo problemas hormonais na menopausa, a soja também é uma opção para equilibrar o colesterol e fortalecer o organismo de infecções.

Açaí
Seu alto nível de gordura é composto em sua maioria por gorduras monoinsaturadas (60%) e poli-insaturadas (13%), que são benéficas e ajudam no equilíbrio do colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares e infarto. O ideal é consumi-lo sem acompanhamentos muito calóricos.

Chás
Vale destacar o chá verde, também devido aos flavonoides, que são antioxidantes que evitam a formação de coágulos e colaboram para a boa circulação do sangue.