celular 0800 703 1550
09

Outubro

07 exames preventivos contra o câncer de mama

O diagnóstico precoce é um fator extremamente importante para aumentar as chances de tratamento e cura do câncer de mama. Por isso é tão importante visitar regularmente o médico ginecologista e mastologista, para realização dos exames de rotina.

Existem 7 tipos de exames que são os mais realizados para o diagnóstico do câncer de mama, confira abaixo as breves descrições: 

AUTOEXAME: O melhor período para fazer o auto-exame é o período pós menstrual, para as mulheres que não estão na menopausa. Ao apalpar e observar as mamas, é possível perceber alterações como:

Nódulos mamários fixos, móveis, dolorosos ou não;

Alterações na pele da mama, como vermelhidão ou aspecto de casca de laranja;

Alterações no mamilo;

Saída de secreção pelos mamilos;

Nódulos nas axilas;

Retrações da pele da mama.

EXAME CLÍNICO: Feito pelo ginecologista ou mastologista através do toque. Importante a visita anual a esses profissionais para realização dos exames de rotina.

EXAMES DE SANGUE: A análise dos marcadores tumorais, que são exames de sangue,  não servem para diagnóstico mas sim para seguimento das pacientes sabidamente com câncer de mama.

MAMOGRAFIA: Permite identificar nódulos e calcificações antes de serem identificados no autoexame, através de uma radiografia das mamas.

ULTRASSONOGRAFIA DAS MAMAS: Complementar à mamografia e tem diversas utilidades, como caracterização de nódulos benignos ou malignos, avaliação dos cistos, e guia biópsias e punções.

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA: Solicitada quando há alterações nos exames de mamografia e ultrassonografia, avalia o câncer de mama em diferentes locais da mama. 

BIÓPSIA DAS MAMAS: Solicitada quando se encontra nódulos suspeitos nos exames de rotina. É feita a extração de um pequeno fragmento de tecido para análise histológica com o objetivo de verificar a presença de células malignas.

Fonte: https://blog.drconsulta.com/2017/05/cancer-de-mama-7-exames-que-podem-detectar-doenca/