celular 0800 703 1550
13

Setembro

O TDAH e seu impacto durante as fases vida

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo adulto por toda a sua vida. Ele também pode ser chamado de DDA (Distúrbio de Déficit de Atenção)1. Adultos com TDAH apresentam sinais diferentes de crianças e adolescentes com o mesmo transtorno2.

As crianças e adolescentes com TDAH exibem agitação, inquietação, movimentação pelo ambiente, mexem mãos e pés, mexem em vários objetos, não conseguem ficar quietas (sentadas numa cadeira, por exemplo), falam muito, têm dificuldade de permanecer atentos em atividades longas, repetitivas ou que não lhes sejam interessantes. Elas são facilmente distraídas por estímulos do ambiente ou se distraem com seus próprios pensamentos. O esquecimento é uma das principais queixas dos pais – as crianças “esquecem” o material escolar, os recados e o que estudaram para a prova. A impulsividade é também um sintoma comum e apresenta-se em situações como não conseguir esperar sua vez, não ler a pergunta até o final e responder, interromper os outros e agir sem pensar. As crianças e adolescentes apresentam com frequência dificuldade em se organizar e planejar o que precisam fazer. O desempenho escolar parece inferior ao esperado para a sua capacidade intelectual, embora seja comum que os problemas escolares estejam mais ligados ao comportamento do que ao rendimento. Meninas têm menos sintomas de hiperatividade e impulsividade, mas são igualmente desatentas2.

Em torno de 60% das crianças e adolescentes com TDAH entrarão na vida adulta com alguns dos sintomas de desatenção e hiperatividade/impulsividade, porém em menor número2. Apesar dos sintomas de hiperatividade e impulsividade diminuírem significativamente ao final da adolescência, adultos com TDAH mantêm os sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade em graus variados. Os sintomas na vida adulta se manifestam de forma própria conforme a idade. Por exemplo: a hiperatividade observada em crianças pode corresponder a um excesso de atividades e/ou trabalho em adultos (indivíduos workaholics). Do mesmo modo, a impulsividade pode se expressar em términos prematuros de relacionamentos ou direção impulsiva de veículos, havendo uma “correspondência” entre os sintomas infanto-juvenis. A desatenção em adultos pode ser evidenciada em situações cotidianas, em tarefas que exigem organização e sustentação da atenção ao longo do tempo e nas dificuldades com a memória. Da mesma forma que ocorre com crianças e adolescentes, adultos com TDAH têm uma capacidade inconsistente de se concentrar, mas são capazes de fazê-lo em circunstâncias específicas, como quando envolvidos em tarefas que lhe são particularmente estimulantes. Sua dificuldade torna-se mais evidente naquelas situações onde se encontram entediados ou distraídos por estímulos internos (emoções) ou externos, em níveis significativamente maiores dos que os observados na população em geral, comprometendo o desempenho nas tarefas3.

As alterações do sono podem ser comuns em pacientes diagnosticados com TDAH, inclusive entre crianças e adolescentes. Elas podem persistir até a idade adulta, onde são frequentes os relatos de adiar a hora de ir para a cama pelo envolvimento em atividades estimulantes, dificuldade para despertar pela manhã e sonolência diurna excessiva, principalmente quando existem tarefas tediosas ou que exigem a manutenção da atenção por tempo prolongado3.

 

1 O que é TDAH – Associação Brasileira do Déficit de Atenção. Último acesso em 26 de julho de 2021

2 Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade – Biblioteca Virtual da Saúde/Ministério da Saúde. Último acesso em 26 de julho de 2021

3 Painel brasileiro de especialistas sobre diagnóstico do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em adultos – Scielo. Último acesso em 16 de agosto de 2021

 

 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade.
Aceito